Cintilografia óssea – Pra que serve?

Cintilografia óssea 300x225 Cintilografia óssea   Pra que serve?

Cintilografia óssea, saiba o que é, e conheça os riscos deste exame!

Seu médico pediu um exame de cintilografia óssea e você não sabe exatamente o que isso quer dizer? Não se preocupe. Neste artigo você encontrará as informações que precisa e verá como é feito todos os procedimentos para o exame. Saiba mais sobre cintilografia óssea, quanto custa, quais os riscos, para que serve e muito mais!

O que é?

Cintilografia óssea é um exame da imagem de todo o esqueleto. Esse é um dos procedimentos mais antigos da medicina nuclear. Introduzida por volta de 1950 e se encontra em vigor até os dias atuais. O propósito é obter um rastreamento completo do esqueleto e para isso é aplicada uma injeção na veia de radio traçador ósseo.

É muito importante saber que a cintilografia óssea não deve de forma alguma ser realizada em gestantes. Se estiver na dúvida de uma possível gestação, faça logo o teste de gravidez e informe ao seu médico. Este exame é contraindicado para mulheres que estão amamentando ou grávidas.

Para que serve?

O exame é feito com várias finalidades. Mas o objetivo principal é detectar algo que esteja aumentando o metabolismo ósseo. Vamos entender melhor essas funções. Por exemplo, quando se quer descobrir se há infiltração dos ossos por câncer ou se há uma inflamação ou infecção nos ossos, então é pedido o exame.

Além de câncer, o exame serve para detectar muitas outras doenças ou problemas ósseos, como Osteonecroses (bloqueio sanguíneo para os ossos), dores lombares, fraturas de estresse e osteíte (principalmente em atletas), avaliar tumores ósseos e doenças osteometabólicas (displasias, raquitismo, hiperpara-tireoidismo e outras). Serve pra muita coisa, não é?

Quanto custa o exame?

A cintilografia óssea requer equipamentos de qualidade e de alta tecnologia, além do uso de insumos radiativos e fármacos. Geralmente os planos de saúde cobrem todo o exame. Não tem disponível uma tabela de preços, mas já se subentende que é caro. Fique tranquilo, pois essas doses de radiação de medicina nuclear não trazem nenhum risco ou dano ao paciente.

Como é feita a cintilografia óssea?

Antes do exame, o paciente passa por uma simples entrevista informando sobre os seus antecedentes de saúde. A seguir vem uma parte um pouco chata, que é a injeção na veia com agulha fina. A dose de radiação é baixa. A probabilidade de uma reação alérgica é quase nula. Após a injeção, o paciente deve retornar após 2 a 6 horas (seu médico falar o horário exato).

Nesse período, procure ingerir líquidos e evitar que respingue urina nas roupas ou no corpo. Nesse intervalo, você pode ficar em casa mesmo. Não é preciso fazer jejum e não há restrição de atividades habituais. O que não pode acontecer é o contato íntimo ou aproximação com mulheres grávidas ou crianças de colo. Por fim, você retorna para realizar as imagens no aparelho de medicina nuclear.

As imagens são analisadas e depois você só deve aguardar o resultado.

Cintilografia óssea

Se o seu médico solicitou este exame, faça logo o agendamento pelo telefone. A equipe irá te informar sobre o preço exato e as recomendações pré-exame. Algumas das orientações antes do exame são: vestir roupas confortáveis, evitar cintos com fivelas, brincos ou pulseiras e levar exames realizados recentemente. Siga as recomendações e bom exame!

Marcado como:Saúde
Cintilografia óssea – Pra que serve?
Você gostou desta dica?
  • 91% gostaram
  • 9% não gostaram
23 voto(s), média de 4.57 de 5.

Comentários anônimos do site

Submit Comment

© 2014 Click Atualidade. Todos os direitos são reservados. XHTML / CSS Válido.