Corrimento vaginal marrom – Saiba como tratar

corrimento Corrimento vaginal marrom   Saiba como tratar

"Corrimento vaginal marrom? Não é um bom sinal, é hora de ir ao ginecologista"

 

Muitas meninas têm dúvidas sobre o que pode ser quando ocorre corrimento vaginal marrom. E nada pior do que ficar com essa dúvida né? O corrimento é bem comum, mas é algo que exige certa atenção para que não se torne motivo de preocupação. Informe-se mais sobre a sua saúde. Veja algumas dicas que poderão te ajudar a respeito disso.
Primeiro vamos diferenciar um corrimento normal de um corrimento anormal. Os corrimentos normais vêm em pequena quantidade, não há odor desagradável, vai modificando durante a fase do ciclo, não gera irritação ou coceira, não há dor para urinar. Então se você tem um corrimento com essas características, pode ficar despreocupada, pois é “normal”, ou seja, não representa nenhuma infecção.
Entretanto, existe um corrimento vaginal que pode sim ser motivo de preocupação. Mas como eu posso saber se tenho esse corrimento? Simples, observe se o seu corrimento apresenta as seguintes características: vem em grande quantidade (a ponto de ter que usar absorvente), cor muito amarelada, coceira, dor para urinar, odor desagradável. Esses são os sintomas que caracterizam um corrimento com infecção ativa.
Caso você tenha esses últimos sintomas citados, procure logo um médico para diagnosticar o que pode estar ocorrendo e tratar o quanto antes. Os sintomas mais preocupantes são os da cor amarelada e as dores no pé da barriga ou para urinar. Esses preocupam mais, pois podem significar inflamações que vem associada às doenças sexualmente transmissíveis.
Já o corrimento com a coloração marrom pode significar feridas no útero, no colo do útero e também nas trompas de falópio. Essa coloração pode ocorrer devido à alterações no ph vaginal: má higiene íntima, fungos, uso de produtos que podem irritar o local (absorventes internos, diafragmas, cremes, roupas que retém a transpiração, dentre outros motivos).
Os corrimentos são um dos principais motivos do qual as mulheres vão ao ginecologista, afinal, ele é o especialista responsável por indicar qual o melhor tratamento deve ser feito. Aqui vão algumas dicas para evitar corrimentos vaginais com coloração marrom ou com características preocupantes:

 

  •  Lave a região íntima com sabonete neutro.
  •  Evite calças muito apertadas, use roupas íntimas de algodão.
  •  Usar papel higiênico branco e sem perfume
  •  Não utilizar duchas íntimas

Cuide da sua saúde. Isso não é bobagem. Procure um ginecologista, caso perceba alguma característica ruim. Através das informações citadas, é possível diferenciar o tipo de corrimento. Siga as dicas dadas pelos ginecologistas e previnam-se contra doenças, inflamações ou infecções vaginais.

Marcado como:Saúde
Corrimento vaginal marrom – Saiba como tratar
Você gostou desta dica?
  • 100% gostaram
  • 0% não gostaram
11 voto(s), média de 5.00 de 5.

Comentários anônimos do site

Submit Comment

© 2014 Click Atualidade. Todos os direitos são reservados. XHTML / CSS Válido.