O novo ataque do Instagram ao Snapchat é um aplicativo de mensagens chamado Threads ou será mais um método para coletar dados dos usuários?

O aplicativo promove o compartilhamento de seu status, localização e muito mais com seus amigos mais próximos

O Facebook está desenvolvendo um novo aplicativo de mensagens chamado Threads, que visa promover o compartilhamento constante e íntimo entre usuários e seus amigos mais próximos. Threads é desenvolvido como um aplicativo complementar para o Instagram, convida os usuários a compartilhar automaticamente sua localização, velocidade e duração da bateria com os amigos, além de mensagens de texto, foto e vídeo mais comuns usando as ferramentas criativas do Instagram. O aplicativo, que é projetado para compartilhar com sua lista de ” amigos próximos ” no Instagram, está sendo testado internamente no Facebook.

Instagram se recusou a comentar.

Em maio, o Instagram deixou de trabalhar no Direct , um aplicativo de mensagens independente que vinha desenvolvendo desde o final de 2017. Na época, os executivos disseram que os beta testers estavam frustrados por ter que alternar entre o Instagram e um segundo aplicativo sempre que quisessem enviar uma mensagem . Mas a empresa continua interessada em construir novas experiências de mensagens, disseram executivos. Os funcionários do Instagram que trabalham com mensagens foram transferidos para a equipe do Facebook Messenger no início deste ano como parte de uma consolidação mais ampla entre a empresa controladora e sua aquisição valorizada.

Um aplicativo de mensagens criado em torno de seus amigos próximos pode ser mais popular. É o que o Snapchat já é hoje para uma parte saudável de seus usuários ao menos nos Estados Unidos, já que o mesmo não faz o mesmo sucesso aqui no Brasil. Os relatórios indicaram que o usuário médio do Snapchat gasta mais tempo dentro do aplicativo do que o usuário médio do Instagram. Para o Facebook e Instagram, que há muito tempo cobiçam o forte engajamento do Snapchat entre os usuários mais jovens, Threads poderia representar outro esforço para eliminar o apelo de seu rival.

Imagens ilustradas de Threads, um novo aplicativo de mensagens do Facebook e Instagram
 O logotipo de trabalho para Threads, um novo aplicativo de mensagens do Facebook e Instagram

As capturas de tela mostram um aplicativo desenvolvido para promover o compartilhamento constante e automático entre usuários e pessoas em sua lista de “amigos próximos” no Instagram. Opte pelo o compartilhamento automática e os Threads atualizam regularmente o seu estado, fornecendo aos seus amigos uma visualização em tempo real das informações sobre a sua localização, velocidade e muito mais. No momento, Threads não exibe sua localização em tempo real – em vez disso, ele informa que o amigo está “em movimento”, segundo fontes familiarizadas com o assunto.

Você também pode atualizar seu status manualmente, com status exibidos no feed principal junto com as mensagens. É o mais recente esforço para automatizar o compartilhamento de status usando sensores de celular e compartilhamento de status com apenas um toque. ( Um aplicativo chamado Status tentou algo semelhante em 2014 , e o aplicativo gratuito de Danny Trinh adotou outra abordagem em 2015.)

O núcleo de Threads parece ser de mensagens, e parece muito similar ao produto de mensagens existente dentro do Instagram. Mensagens de seus amigos aparecem em um feed central, com um ponto verde indicando quais de seus amigos estão ativos no momento. Se seu amigo postou uma história recentemente, você pode ver isso também de dentro de Threads. Tópicos também tem uma câmera, que você pode usar para capturar fotos e vídeos e enviá-los para seus amigos mais próximos.

Não está claro quando os Threads podem ser lançados. O Facebook pode acabar com o desenvolvimento antes de enviar o aplicativo para o público em geral, como aconteceu com o Direct. Mas o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse em março que vê as mensagens privadas como o futuro da empresa . Threads parece representar o mais recente esforço da empresa para tornar essa visão uma realidade.

Apesar que sempre temos que ficar com um pé-atrás com o Facebook quando o assunto é segurança. O senhor Mark Zuckerberg não confiável neste sentido.

Fonte: The Verge