sábado, março 28, 2015
O que há de novo?
Capa » Saúde » Proteína C Reativa – Saiba tudo a respeito

Proteína C Reativa – Saiba tudo a respeito

Proteína C reativa, aqui você entenderá tudo a respeito

Proteína C reativa, aqui você entenderá tudo a respeito

Para você que nunca ouviu falar na proteína C reativa e quer saber mais a respeito, confira neste artigo, as informações e a finalidade dessa proteína. Também trataremos de assuntos como, por exemplo, o que pode significar resultados elevados para este exame. Saiba mais.

A história é um pouco antiga, pois em 1930, a proteína C reativa recebeu este nome pelo fato de reagir contra a cápsula de uma bactéria chamada Pneumococcus. A proteína C reativa, produzida pelo fígado, também pode ser conhecida como “proteínas de fase ativa”.

Quais os casos em que se utiliza Proteína C Reativa?

Vamos entender melhor como funciona e qual a finalidade. Os médicos solicitam e utilizam a PCR (Proteína C Reativa) em três casos. O primeiro caso é quando querem descobrir se existe alguma infecção, que consequentemente, pode virar uma inflamação.

O segundo motivo pelo qual a proteína é solicitada pelos médicos é quando eles querem ou precisam monitorar e acompanhar esta inflamação e a terceita situação para utilização é para solucionar indiretamente o risco cardíaco de algum indivíduo. Para ficar mais fácil, veremos agora alguns exemplos.

O paciente está com dor nas articulações, por exemplo, com a PCR elevada é possível obter um diagnóstico no que diz respeito à inflamação sistêmica, como infecções virais agudas, artrite reumatoide e outras. Já com a PCR baixa, se obtém o diagnóstico relativo a POUCA inflamação sistêmica, como traumas, artrose e outras.

Já vimos, então, quantas utilidades a proteína C reativa tem, não é mesmo? Sendo alguns deles: Avaliar risco cardiovascular, indicar inflamação na parede de vasos sanguíneos, diagnosticar e indicar doenças inflamatórias. Se os sintomas forem dor nas articulações, no corpo, ossos, músculos ou coluna, o especialista mais indicado para investigar o motivo da elevação da Proteína C reativa é o reumatologista.

Controle os níveis de colesterol

Uma dica interessante é procurar controlar os níveis de colesterol. Essa é uma medida importante e preventiva de infarto ou AVC. Essa recomendação é sempre útil, independente no nível da proteína C reativa. Um cardiologista é o especialista em dar orientações para que o risco cardiovascular possa ser diminuído.

O mais importante é tentar ter um controle e certo equilíbrio não apenas da proteína C reativa, mas todos os exames que diagnosticam os possíveis problemas em nosso corpo.  Os cuidados com a saúde sempre são importantes. Para mais informações sobre a PCR, consulte um médico especializado e tire suas dúvidas.

Sobre Laíssa Samara

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>